Cookies help us deliver our services. By using our services, you agree to our use of cookies.

Limpeza no local

A limpeza feita através do CIP mantém a eficiência

 

O trocador de calor a placas brasadas é normalmente auto-limpante, graças ao fluxo altamente turbulento. Em aplicações com grande risco de incrustação ou precipitação de sais (devido a altas temperaturas, água dura ou níveis de pH altos) a limpeza é necessária para manter a eficiência. Uma limpeza eficiente é atingida rapidamente e facilmente com o CIP. Este é um método de limpeza das superfícies interiores de sistemas fechados, tais como tubulações, vasos, equipamentos de processo e filtros, através da circulação de um líquido. Não é necessária a desmontagem.

Quando é necessário realizar a limpeza?

As incrustações e precipitações de sais aumentarão a perda de carga do trocador de calor e isolarão a superfície de troca térmica, reduzindo a eficiência de transferência de calor. Os indicadores de necessidade de limpeza de seu trocador de calor são as diferenças de temperaturas menores do que foi especificado (como um resultado de incrustações na superfície dos canais das placas, reduzindo a transferência de calor), ou perdas de cargas mais altas do que especificado (devido a incrustação restringir a passagem dos canais e aumentando assim a velocidade).

Como limpar um trocador de calor SWEP?

A limpeza do trocador de calor SWEP é feita através da circulação de um líquido de limpeza. Não é necessária a desmontagem. Você pode ter o trocador brasado com bocais customizados para o CIP, tornando ainda mais fácil a limpeza. Nosso software de cálculo SSP oferece uma ferramenta de perda de carga que pode ser usada para determinar quando um BPHE instalado necessita de limpeza através da comparação da perda de carga medida com a performance esperada de um BPHE limpo. Um aumento de 30% ou mais indica que a limpeza é necessária. Por favor, contate nos para discutir soluções de bocais para CIP ou para recomendações sobre fluídos e equipamento de limpeza mais adequado para sua aplicação.

Case - Água de torneira com extrema dureza

Ringsjön é um lago no sul da Suécia de onde é retirada a água de torneira. A água muito dura (dH 11) resulta em precipitações de sais no equipamento usado. Após funcionamento de 4-6 anos, os trocadores de calor SWEP usados para aquecimento de água retornaram à SWEP. O propósito foi observar como os trocadores ainda totalmente funcionais foram afetados pela água dura e avaliar um fluido CIP biodinâmico para remover carbonatos e óxidos de metais sem risco de corrosão. Testes de performance térmica e hidráulica foram conduzidos antes e após o tratamento CIP no lado da água. Os resultados dos testes mostraram melhora na performance térmica em 5% e na performance hidráulica em 2%. Uma inspeção visual confirmou que o calcário e os óxidos de metais foram completamente removidos e o teste confirmou não haver vazamentos internos ou externos.